terça-feira, 31 de julho de 2012

Propósito de uma Vida


Há dois grandes dias na vida de uma pessoa: O dia em que nasceu e o dia em que descobrimos por quê. Eu já estou interagida no contexto do porquê de estar aqui nessa grande obra do nosso Deus criador. Tenho certeza de que em algum momento de sua vida você já ouviu: "Todos nós estamos aqui com um propósito". Mas se você perguntar às primeiras cem pessoas que encontrar na rua sobre esse objetivo, a maioria delas provavelmente responderá com um suspiro: "Não tenho a menor idéia." Embora haja pessoas que navegam pela vida abençoadas com um senso de direção e clareza, muitas outras acham que perderam o barco. Pessoas felizes sentem que estão no planeta com um propósito. Então, qual é o seu propósito? Contrariando a crença popular, seu propósito não é o seu trabalho nem sua profissão, é muito mais que isso. É uma intenção maior de fazer o que é significativo para você na sua vida. Por exemplo, meu objetivo é compartilhar meu amor e minha energia inspirando outras pessoas a levar uma vida o mais elevada possível. Neste exato momento, sou uma professora aposentada, mas poderia cumprir esse objetivo de muitas outras maneiras. Pode-se ter uma vida inspirada por um objetivo de muitas formas, a verdadeira chave é descobrir primeiro a noção de significado e objetivo dentro de você. O importante é não ficarmos parados no tempo . Sempre, em toda trajetória da minha vida, criei um pensamento e procuro colocar em prática: Não devemos parar no tempo, porque o tempo não pede licença para parar no tempo. As pesquisas sobre felicidade mostram claramente que pessoas profundamente comprometidas com o que quer que dê significado a suas vidas são mais felizes do que aquelas que não tem esse propósito. Esses propósitos são inseridos em seus valores a longo prazo, para os quais você trabalha, mas que também acha agradáveis. Estudos sobre longevidade e saúde mostram que quando as pessoas vivem com um senso de objetivo, não importa o quanto ele seja grande ou pequeno, eles tem vidas mais longas e saudáveis. Seu propósito é o telhado de sua casa da Felicidade. Quando você não tem um senso de objetivo, é como ter um telhado furado; pode chover infelicidade sobre muitos aspéctos de sua vida.  Infelizmente, parece que são muitos os telhados furados no mundo de Hoje. A maioria dos trabalhadores não são entusiasmados com o que fazem, foi feita uma estatística nos Estados Unidos que mostrou claramente que o maior número de ataques cardíacos ocorre nas manhãs de segunda feira. Muitas pessoas trabalham apenas para pagar suas contas, sentindo que não tem liberdade, capacidade ou oportunidade para encontrar um emprego do qual realmente gostem. Elas se resignam a viver sem um propósito mais profundo, fazendo o melhor que podem de uma situação ruim e vivendo para os fins de semana. Outras passam anos procurando o emprego perfeito, tentando encontrar algo que encaixe direitinho, como Cachinhos de Ouro, a menina da história dos três ursinhos. Entre essas,  são poucas as que tem a sorte de encontrar carreiras nas quais se realizam, mas se não estiverem inspiradas por um objetivo interno, essa realização será frágil. A felicidade delas depende de seu trabalho, portanto se perderem o emprego ou se aposentarem, vão se sentir à deriva e perder rapidamente aquele senso de direção e satisfação na vida. As estatísticas sobre aposentadoria confirmam isso. Tem sido relatado que os aposentados mais felizes são aqueles que ainda tem um propósito, mesmo após o fim de suas carreiras. Essas pessoas frequentemente transferem suas habilidades para outro cenário. Um banqueiro aposentado poderá ser voluntário de um centro de treinamento para empregos, ou um funcionário que sempre teve habilidades manuais poderá se tornar o faz - tudo da vizinhança. O importante é deixar o seu objetivo guiá-lo. "O sucesso não é a chave da felicidade. A felicidade é a chave do sucesso. Se voce ama o que está fazendo, terá sucesso." Viver uma vida inspirada sustenta a sua felicidade e a felicidade de todas as pessoas que fazem contato com você. Encontre algum tempo para se afastar de sua vida ocupada e investigar sua paisagem interna. Com toda honestidade e sem medo, pergunte a si mesmo: Sou apaixonado pelo quê? O que eu adoro fazer? O que realmente importa para mim? Assim, sigo minha vida e a única rotina que aceito é me sentir bem, em paz, adorando o que tenho vontade de fazer.  Minha Saúde agradece os pequenos e simples detalhes da Vida que me completam para seguir meus propósitos.

Um comentário:

Denise disse...

Profundas reflexões. Existe um engano ao eleger questões materiais como ideais de vida, principalmente, como vc bem destacou, o trabalho. Não somos professores, engenheiros, médicos, etc... estamos professores, engenheiros, etc. Então, temos q ter objetivos maiores, transcedentais. Muita paz!